Friday, July 19, 2024
HomePasseiosBichinhoO povoado que conquista viajantes com arte

O povoado que conquista viajantes com arte

Date:

Bichinho é um charmoso povoado que fica muito próximo da cidade histórica de Tiradentes

Bichinho está a apenas 7 km da turística Tiradentes, entretanto o local é um distrito de Prados, uma cidade vizinha. Bichinhos que era só mato, roça, gado e grandes latifúndios, tornou-se uma cidadezinha turística cheia de arte, restaurantes e pousadas, além de vários cenários charmosos para tirar fotos!

Como chegar em Bichinho MG
Vindo da Estação de Trem de Tiradentes, após passar a ponte que corta o Rio das Mortes você chegará numa espécie de praça e pegará a direita, como as placas começam a indicar. A partir daí, existem placas por todo o caminho indicando onde é o povoado. No caminho, você conhece mais Tiradentes e onde a população realmente mora.

A estrada também é um espetáculo à parte! Seguindo a maravilhosa Serra de São José, a vista é de tirar o fôlego! Além disso, há várias lojas de móveis, decoração e antiguidades, alguns restaurantes e fazendas. Você também passará pelo Museu do Automóvel da Estrada Real que possui 80 carro em exposição.

De Tiradentes ao Bichinho são 7 km de estrada calçada, já a ligação entre Prados ao Bichinhos são 12 km de estrada de terra.

bichinho tiradentes mg
Encantamentos. A Serra de São José deixa a estrada mais especial. Foto: Beatriz Costa
Por que Bichinho?
Uma das moradoras mais antigas do Bichinho, Lenir da Silva Freitas, nos contou que o nome real do distrito é Vitoriano Veloso. Esse foi um alferes que nasceu na região e participou da Inconfidência Mineira. Vitoriano Gonçalves Veloso era o único negro da Inconfidência e foi um mensageiro, chegando a percorrer 240 km de cavalo em apenas três dias.

Segundo Lenir, o apelido de Vitoriano era “bichinho”, e esse apelido pegou e tornou-se o nome da cidade.

O que fazer no Bichinho MG?
A cidade que antes podia ser uma “Cidadezinha qualquer” do poema de Carlos Drummond de Andrade, mas agora não anda mais tão devagar. Bichinho é recheado de ateliês, oficinas de arte e muitas outras coisas. Desde que o artista Antônio Carlos Beck, mais conhecido como Toti, chegou na cidade e abriu seu ateliê, Oficina de Agosto, quase 30 anos atrás a cidade não parou de crescer.

Oficinas e ateliês
atalies em bichinho minas gerais
Vanguarda. A Oficina de Agosto foi a primeira a chegar na cidade. Foto: Beatriz Costa
O que começou a desenvolver a cidade e transformá-la em um destino turístico foi a arte. E ela está em todo lugar, desde a estrada até a pequena vila, há vários ateliês e oficinas de arte. As peças são das mais diversificadas, pinturas, esculturas, fotografia, etc. Os estilos também variam, das mais modernas ao clássico barroco. Vale a pena entrar nessas lojas, impressionar-se com as peças e conhecer os artistas.

Casa Torta
casa torta bichinho mg
Torta. A casa que transgride com poesia. Foto: Beatriz Costa.
Construída em 2016 por um casal de artistas carioca, a Casa Torta é hoje o cartão postal de Bichinho. O cenário é perfeito para tirar fotos e dentro é um deleite para as crianças. O espaço é cheio de jogos, desafios, brincadeiras e tudo de mais divertido. Recheado de poesia, o lugar quebra as regras e provoca o riso. Para saber mais sobre a Casa Torta acesse o site Casa Torta.

Alambiques
Alambiques são lugares onde a cachaça é produzida e no Bichinho há diversos produtores dessa iguaria brasileira. Desse modo, uma visita aos principais alambiques, assim como experimentar as cachaças do povoado é quase obrigatório. A Tabaroa, a Mazuma e o Velho Ferreiro produzem cachaças espetaculares. A Mazuma oferece visitas guiadas em alguns dias da semana. Saiba mais acessando o site da empresa.

Igreja Nossa Senhora da Penha
o que fazer em bichinho mg
Igrejinha. Um dos expoentes do rococó mineiro. Foto: Beatriz Costa
A igreja matriz do povoado Vitoriano Veloso é simples por fora, porém muito bem cuidada. A chave da igrejinha normalmente fica com os moradores, por isso é necessário sair perguntando quem está com a chave, para apreciar toda a beleza e estilo rococó dentro da igreja. Inaugurada em 1771, a Igreja Nossa Senhora da Penha é tombada pelo IPHAN, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Apreciar a Serra de São José
O ecoturismo no Bichinho é muito forte. Muitos turistas vão até o local para fazer passeios de bicicleta, jipe, motocross, corridas e caminhadas na Serra de São José. A gigantesca e linda serra segue por todo caminho até o Bichinho e de lá é possível conhecer grande parte dela.

No portal da cidade há indicação de uma trilha, “Passos dos Fundadores”, são 10 km que podem ser percorridos de carro, bike ou a pé, pois a vista é estonteante. Se desejarem fazer um passeio mais rápido, vá até o platô que fica um pouco depois do início da trilha e possui uma vista panorâmica da serra.

Compartilhe

Receba informações

spot_imgspot_img

Popular

Conteúdos relacionados

Maria Fumaça: o passeio pelo passado das ferrovias

A viagem de Maria Fumaça, de Tiradentes a São...

Semana Santa em Tiradentes: tradições preservadas

A Semana Santa em Tiradentes é um grande evento...

Religiosidade: as tradições preservadas em Tiradentes

A religião católica mantém sua força no interior de...

Centro histórico de Tiradentes: roteiro rico de atrações

O Centro Histórico de Tiradentes concentra grande parte das...