Friday, July 19, 2024
HomeNotíciasEm destaqueMartir abre as portas em Tiradentes com arte contemporânea

Martir abre as portas em Tiradentes com arte contemporânea

Date:

A Mostra de Artes de Tiradentes” (Martir) expõe, desde o início de dezembro, cerca de 100 obras criadas a partir dos anos 1970 e doadas ao acervo por Tadeu Bandeira, responsável pelo evento.

Dia 1º de dezembro de 2022 foi aberto ao público o mais novo espaço cultural de Tiradentes-MG, MARTIR – Mostra de Artes de Tiradentes, um local totalmente dedicado à arte contemporânea mineira e que faz parte do Instituto Tragaluz. São mais de 100 obras de 1970 até os dias de hoje que, possibilitarão à mostra aumentar a visibilidade da arte contemporânea mineira, bem como transformá-la em um espaço inclusivo. Uma coleção exclusiva doada por Tadeu Bandeira. O local vai funcionar: às quintas-feiras, das 10h às 17h, sextas-feiras, das 10h às 22h e, aos sábados, das 10h às 22h.

O espaço, um imóvel centenário, cuidadosamente restaurado, localizado no quarteirão mais charmoso da tradicional Rua Direita, passa a abrigar um amplo acervo de obras de arte culturais, telas e exposições que apresentam diversos artistas contemporâneos.

Solenidade de abertura
MARTIR foi inaugurado oficialmente no último domingo (27), em um evento para convidados. O prefeito de Tiradentes-MG, senhor Nilzio Barbosa, foi quem deu às boas-vindas aos presentes. “É uma grande honra entregar a nossa cidade mais esse espaço cultural. Em nome da Câmara Municipal e de toda comunidade, quero agradecer ao Instituto Tragaluz por esse presente. Me sinto muito honrado com esse espaço e com todo o trabalho que o Instituto está fazendo por nossa cidade”, afirmou.

Mais de 100 convidados compareceram ao evento que após, o corte da fita, seguiram para um almoço Tragaluz Restaurante Casa, um dos mais tradicionais da cidade e que também faz parte do Instituto. “É uma alegria muito grande estar nesta cidade tão bonita. Quero saudar Tadeu Bandeira que teve a honra de compartilhar conosco um acervo que acumulou durante anos. A cultura é feita de encontros e Tiradentes é uma cidade repleta de encontros. A proposta do Instituto Tragaluz é conectada com essa vocação de Tiradentes para entrelaçar memória e conectar pessoas, e ainda, pensar a cultura no sentido mais amplos. Essa mostra de artes quer aproximar as coisas e fazer as pessoas pensarem e sentirem de um modo renovado”, discorreu Joel Padula, presidente do Conselho de Administração do Instituto e diretor cultural e de programações do SESC de São Paulo que complementou: “Numa cidade, cujo patrimônio cultural está tão ligado ao nosso barroco, a ideia é jogar luz sobre uma produção artística mais recente, os artistas modernos e contemporâneos. Afinal a cultura é repleta de tempos diferentes que se tornam mais ricos e mais instigantes quando dialogam entre si. O passado está sempre cutucando o presente e o presente ajuda a reinventar o passado.

Tadeu Bandeira, diretor cultural do Instituto é um colecionador de obras de artes e o responsável pela doação deste acervo. “Vivo um momento de grande alegria em poder ajudar esse projeto. Nunca havia imaginado essa parceria tão maravilhosa. Sempre pensei em dar um destino às minhas obras, não acho justo manter tudo fechado em nossas casas. É essencial dar oportunidade ao público de conhecer o que colecionamos ao longo dos anos. Quero então, deixar um legado para essa cidade tão linda, em uma das ruas mais charmosas do país”, comenta.

Alexandre Lanna Resende, diretor de Relações Institucionais do Instituto também discorreu algumas palavras: “Um grande orgulho em poder materializar esse sonho que iniciou há muito tempo. É muito importante entender que um sonho não perseguido é um sonho que não se materializa. Esse sempre foi perseguido e hoje, concretizou. É a nossa vontade e interesse compartilhar essas maravilhas colhidas e escolhidas com todos que passarem por aqui”.

Pedro Navarro, diretor executivo do Instituto Tragaluz finalizou a solenidade enfatizando: “Vida longa ao MARTIR!”.

Tadeu Bandeira
Um colecionador que se apaixonou pela arte muito cedo. “Desde os tempos da faculdade eu comecei a comprar meus quadros. Depois comprava em leilões de arte. Visitando museus ao redor do mundo, percebi que os mais importantes têm seu acervo formado em grande parte por doações. Acho fundamental ter o desprendimento de proporcionar ao público uma visão de tudo que guardei ao longo dos anos”, discorre.

Instituto Tragaluz
Os proprietários do Tragaluz Restaurante Casa, Pedro e Patrícia Navarro, fundaram o Instituto Tragaluz juntamente com Alexandre Lanna Resende, Renata Resende, Tadeu Bandeira, Joel e Jane Padula. O MARTIR é um dos braços desse Instituto.

O Instituto tem uma frente ligada ao combate à fome e à desnutrição na primeira infância. “A primeira infância é o fantástico período compreendido da gestação aos seis anos de vida. Nessa fase ocorre o desenvolvimento da arquitetura cerebral e a aprendizagem de habilidades fundamentais para o sucesso de uma criança e de um cidadão responsável. Além disso, objetivamos retirar Tiradentes do Mapa da Fome do Brasil”, explica Pedro.

Inicialmente, o Instituto atua em Tiradentes, mas os planos são de expandir para outros municípios do Campo das Vertentes.

O Instituto é formado por um conselho de administração que engloba sociólogo, professor, advogados, médico e fonoaudiólogo, além de contar com um número significativo de voluntários.

Pedro reforça a importância de atuar na localidade onde está inserido: “É um exercício de cidadania. Tiradentes nos abraçou. Queremos continuar contribuindo com as pessoas e cidade que amamos”.

CasaNutri / Combate à Fome: um centro de recuperação e educação nutricional de base comunitária criado com o objetivo de proteger as crianças da desnutrição na primeira infância. Esse distúrbio nutricional pode ocasionar consequências irreversíveis, impossibilitando que crianças desempenhem em sua totalidade as suas capacidades físicas e intelectuais. Atuam em Tiradentes com objetivo de recuperar crianças com desnutrição moderada/grave, apoiando as suas famílias. Atendimentos clínicos multiprofissionais mensais, além de visitas domiciliares semanais às crianças e famílias. Distribuem ovos caipiras como complemento nutricional às crianças desnutridas e seus familiares.

Diretoria do Instituto Tragaluz
Tadeu Bandeira – Diretor Cultural
Pedro Daibert de Navarro – Diretor Executivo
Alexandre Lanna Resende – Diretor de Relações Institucionais
Joel Naimayer Padula — Presidente do Conselho de Administração

Compartilhe

Receba informações

spot_imgspot_img

Popular

Conteúdos relacionados

Artistas de Tiradentes mostram produção na rota dos ateliers

A rota dos ateliers é um movimento que reúne...

Maria Fumaça: o passeio pelo passado das ferrovias

A viagem de Maria Fumaça, de Tiradentes a São...

Semana Santa em Tiradentes: tradições preservadas

A Semana Santa em Tiradentes é um grande evento...

Religiosidade: as tradições preservadas em Tiradentes

A religião católica mantém sua força no interior de...